Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delicada como um elefante

20
Abr18

Dificuldades da maternidade - passear cães com um bebé

Bárbara

Se no dia em que adotamos a Bones não me lembrei que podia tornar a maternidade difícil, quando adotamos a Carminho devia estar bêbada. Na altura não sabíamos que ela era tão grande e possante, só que saltava muros e fugia, lol. Trouxemo-la na mesma porque tinha uma história triste, mas isso ficará para outro post.

Desde que a bebé nasceu só as passeei com a bebé uma vez e cheguei a casa com as rodas do carrinho cheias de cocó. Com a chuva decididamente que a tarefa era quase impossível.

Habitualmene o Luís passeia-as antes de ir trabalhar, quando chega a casa e à noite. Parece muito? Parece e é mas elas são duas cadelas de caça a viver num apartamento. Estando eu em casa, elas acham que têm de ir ao fim da manhã/início da tarde. Quando vem cá a empregada, que por sinal é um anjo, ela passeia-as. Nos outros dias é que é um sarilho. No primeiro mês de vida da bebé o Luís estava em casa, portanto estava resolvido. No segundo, quando ele foi trabalhar, a minha mãe vinha para cá para casa uma parte do dia porque eu ainda estava desorientada. Uma de nós passeava-as. Neste terceiro mês o que tenho feito é sair de carro com a bebé e deixá-la na loja da família com a minha mãe ou um dos meus tios, voltar para casa e passeá-las. Acaba por ser uma boa rotina porque me obriga a sair de casa e a bebé adora estar na loja.

No entanto, hoje tivemos de sair de emergência porque a Bones teve um enjoo  súbito. Começou a lamber o chão todo e não vomitava. Precisava mesmo de comer relva.

 

IMG_1047.jpg

 

Lá fomos à pressa à aventura. Pus a bebé na mochila meia atabalhoada. Não deu tempo para chapéu ou protector solar e era a hora de pico de calor no dia mais quente desde que ela nasceu. Pus a capota da mochila com proteção UV mas ela resmungou. Pus-me na sombra da varanda com a Carminho e deixei a Bones ir sozinha. As meias da bebé desapareceram. As cadelas sairam sem arneses e por conseguinte sem plaquinhas de identificação. Aí se eu caía ou a Carminho fugia... É que ela é um bisonte. 
Estranhamente, correu tudo bem. A Bones está bem disposta outra vez. 

1 comentário

Comentar post

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D