Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Delicada como um elefante

07
Jun18

Gravidez - terceiro trimestre

Bárbara

Estava eu a ter uma gravidez maravilhosa até que entrei no terceiro trimestre...

Comecei logo por me sentir mal com a minha aparência. Fiquei disforme... Comecei a ganhar peso de forma absurda. Cheguei a 17 ou 18 kg no final.

Mantive a hipotensão e a hipoglicemia e por mais que comesse ou usasse meias elásticas, estava sempre a sentir-me mal. Lembro-me de ter passado 5h na urgência sem comer e ficar para morrer.

Com o crescimento da bebé e da sua cabeça comecei a ter dores terríveis. A ciatalgia foi de tal ordem que deixei de sentir o pé e caí pelas escadas abaixo ao sair do bloco. Nessa altura achei que estava a pôr a bebé em risco e entrei de baixa. Melhorei um pouco da dor, mas ia morrendo de tédio durante esse período. Gostava de ter trabalhado até ao fim, mas se acontecesse alguma coisa nunca me perdoaria.

Tive gengivorragias e epistáxis, ou seja, hemorragias pelas gengivas e pelo nariz. Uma vez sangrei tanto que me assustei a pensar que ia ter pré-eclâmpsia ou assim.

E o refluxo gastro-esofágico? Ardia-me até à garganta. Eu bem levantei a cabeceira da cama, mas não conseguia dormir. E pior, não conseguia comer, de tal forma, que a bebé teve uma ecografia com restrição de crescimento. Inciei medicação e melhorámos. Uma nota, nunca falei dos exames da gravidez, nomeadamente das ecografias porque esteve sempre tudo bem.

 

IMG_9243.JPG

 

Senti-me muito cansada para o fim, até porque atingi as 41 semanas, mas não tive aquela falta de ar que muitas grávidas têm.

 

IMG_0001.JPG

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D